A psicologia da música

Bom dia meu povo musical!

Hoje é sexta e vem sonzeira logo menos!

Mas antes, queria compartilhar com vocês uma matéria que eu achei interessantíssima! Adoro estudar o comportamento e coisas relacionado a neurologia e o cérebro em geral…e foi assim que me deparei com essa matéria A psicologia da música: como humor e memória influenciam seu gosto musical do site Shutter Stock!

A decisão se gostamos ou não de uma música envolve muitas coisas, como por exemplo a nossa preferencia musical e nossos julgamentos pessoais. Porém, o que não imaginamos é que acontece todo um processo fisiologico por trás disso, e é sobre exatamente isso que essa matéria fala!!

A dopamina, um neurotransmissor liberado no cérebro, é desencadeada por estímulos de recompensa como alimentos saborosos, certas drogas, ou até mesmo por experiências como receber flores em seu aniversário. A informação musical é traduzida no córtex auditivo. Se a música for familiar e agradável, o córtex auditivo envia sinais químicos para o estriado, onde a dopamina é liberada. Sim, isso relaxa, a sensação de “bem-estar” é a dopamina gratificando você por ouvir aquela música.

Quando começa todo o processo musical, o seu cérebro começa a entrar em ação! Tudo baseia-se no seu histórico musical do decorrer da sua vida. Este armazenamento que é responsável pelo gênero ou tipos de música que te atraem, pois o seu cérebro já está familiarizado com aquele estilo.

Quase todo o cérebro está envolvido no processamento musical. As regiões responsáveis por movimento, atenção, planejamento e memória são ativadas. O núcleo acumbente cria expectativas para ajudar o cérebro a decidir se deve ou não liberar a dopamina. Quanto maior a atividade indicada nessa região, maior é a probabilidade de que a música tenha alcançado ou superado as expectativas básicas, e que a dopamina seja liberada.

O que já imaginamos um pouco é o quanto o nosso estado emocional interefere no estilo de música que queremos ouvir. A música nos estimula, mas também acalma.Em dias tristes, ela tem a capacidade de nos confortar ou animar, e assim por diante!

Independente de qual for o motivo pelo qual você escuta música, ela nos deixa mais ativo e cooperativo para realizarmos as tarefas do dia-a-dia, quem sem a nossa amada música seriam coisas bem mais tediosas, e o tempo iria parecer mais longo!

Igual aquele dia que você prepara uma playlist para levar ao trabalho e percebe que esqueceu os fones de ouvido! O tempo parece infinito, tirando o sentimento de decepção que ficamos! hahahahahhahah

Para ler a matéria completa é só clicar aqui!

Espero que gostem e da próxima vez que um amigo for te mostrar um som novo, analise se você realmente não gostou ou se foi o seu estado emocional que fez com que você não apreciasse a música!!!

E para terminar, vou deixar um vídeo que o Shutter Shock utilizou para demonstrar o efeito que a música tem na nossa percepção do dia!

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s