Chris Cornell vocalista do Audioslave morre aos 52 anos nessa noite de quarta feira

O músico Chris Cornell, que ganhou fama como vocalista dos Soundgarden e mais tarde dos Audioslave, morreu na quarta-feira à noite aos 52 anos, em Detroit, nos Estados Unidos.

Brian Bumbery, o agente do cantor e guitarrista, indicou à Associated Press (AP) que se tratou de uma morte “repentina e inesperada” e que a família, nomeadamente a mulher, está em choque. A família, que pede respeito pela privacidade, afirmou que vai colaborar com a medicina legal para apurar a causa da morte de Chris Cornell.

O porta-voz da polícia de Detroit, Michael Woody, disse à AP que as autoridades estão a investigar a morte de Cornell como um possível suicídio. Woody não quis entrar em detalhes, referindo apenas que foram “observadas coisas básicas” no local.

Cornell morreu no MGM Grand Detroit Hotel e, de acordo com o porta-voz da polícia, a mulher do músico telefonara a um amigo da família na cidade pedindo-lhe que fosse ter com ele. Foi este amigo, cuja identidade não é conhecida, que acabou por forçar a porta do quarto do hotel e encontrou Cornell no chão da casa de banho.

O músico morreu depois de um concerto dos Soundgarden em Detroit. Horas antes, tinha manifestado no Twitter a sua alegria por estar na cidade:

DAEU2HHXoAEQ64E

O músico, que era ainda membro dos Temple of the Dog e tinha também uma carreira a solo, era um dos rostos do movimento grunge, nascido em Seattle nos anos de 1990, a par de grupos como os Nirvana, Alice in Chains ou Pearl Jam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s